Home Política Taques recebe apoio do prefeito de Canarana e vereador do PR

Taques recebe apoio do prefeito de Canarana e vereador do PR

0

Lideranças políticas de Canarana e Barão de Melgaço estiveram reunidas com o governador Pedro Taques para declarar apoio ao projeto de reeleição do tucano. O prefeito de Canarana, Fábio Faria (PSDB) disse que o governo do Estado tem feito ações que fortalecem o desenvolvimento do município e região. “Nesse um ano e meio que estamos na gestão (municipal) ele tem dado apoio a Canarana e a gratidão é muito importante, e com certeza, Canarana vai devolver esse apoio”, declarou. Para Fábio, Taques fez muitas ações importantes no município como a reconstrução completa da MT-326 até a BR-158, totalizando 37 km “recuperado com CBOQ e ficou uma estrada exemplar. Temos ligação com Cuiabá, por meio da rodovia ligando Canarana a Paranatinga. Era uma estrada de chão e quando o governador entrou tinha 30 km feito e agora no final deste ano fecha 200 km, que encurtará todo caminho do norte do Araguaia para Cuiabá”, disse.

Em 2016, Canarana (823 km de Cuiabá) recebeu a terceira edição da Caravana da Transformação, a primeira na região do Araguaia. Foram realizadas 2.619 cirurgias oftalmológicas, além da entrega de 3 implementos agrícolas, 2 resfriadores de leite e 1 trator para pequenos produtores.

O ex-prefeito de Barão de Melgaço, Munil Taques (PSDB) também manifestou apoio ao governador que é candidato à reeleição.

O vereador Denas Silva, do PR (partido do candidato Wellington Fagundes) disse que decidiu apoiar Taques por reconhecimento aos “recursos destinados para a escola, para uma melhor qualidade de vida na nossa cidade e além disso no desenvolvimento econômico do nosso município e por isso estou vindo aqui somar com o nosso governador”.

Durante três anos e oito meses de gestão, o Estado fez a pavimentação de 20,1 km da MT-040 até o entroncamento com a MT-270, R$ 6,2 milhões do Fethab para a prefeitura investir na manutenção de rodovias e pontes, dentre outras ações, informa a assessoria.

 

 

 

 

Fonte: SoNoticias

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta