Home Esportes Sylvinho aceita proposta para ser técnico do Lyon e deixa a seleção...

Sylvinho aceita proposta para ser técnico do Lyon e deixa a seleção brasileira

0

Auxiliar de Tite comandaria o Brasil na Olimpíada de 2020, mas não fará parte nem da comissão técnica na Copa América após fechar com Lyon

Antes do anúncio da convocação da seleção brasileira para a disputa da Copa América de 2019, no Brasil, o coordenador técnico Edu Gaspar anunciou o desligamento de Sylvinho dos cargos de auxiliar-técnico da seleção brasileira e treinador da equipe olímpica. Sylvinho aceitou proposta para comandar o time do Lyon e deverá trabalhar com Juninho Pernambucano, ídolo do clube que está voltando, agora em cargo diretivo.

A seleção pré-olímpica será treinada por André Jardine no Torneio de Toulon, em junho, mas ainda não está definido se o técnico da equipe sub-20 será efetivado também na sub-23, ou se a CBF buscará um substituto para Sylvinho.

– Esse anúncio é uma mistura de sentimentos. O Sylvinho não vai fazer parte da Copa América. Ele aceitou o convite de um grande clube europeu. Deixo aqui a mensagem pessoal de um amigo de muitos anos. Que você seja feliz, vou sentir saudades, estamos orgulhosos de você, disse isso ao presidente, foi o mesmo sentimento dele – disse Edu.

Sylvinho havia sido anunciado como técnico da Seleção pré-olímpica na posse do presidente da CBF, Rogério Caboclo. Ele trabalhou nos últimos anos como auxiliar de Tite na Seleção principal.

– É um nome respeitado mundialmente. Aplicado, estudioso, tem reconhecimento de nossos grandes craques. Trabalho integrado entre ele, Jardine e Tite – afirmou Caboclo na ocasião.

Após a demissão de Carlos Amadeu, André Jardine, ex-São Paulo, assumiu como técnico do sub-20. Sylvinho ficaria com o time sub-23, com foco na disputa da Olimpíada de Tóquio em 2020. O pré-olímpico acontece em janeiro do ano que vem.

Globo Esporte

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta