Home Esportes Sebastian Vettel dispara: “A Fórmula 1 não é mais o esporte pelo...

Sebastian Vettel dispara: “A Fórmula 1 não é mais o esporte pelo qual me apaixonei”

0

Após perder a vitória no GP do Canadá por uma controversa decisão dos comissários, que o puniram por fechar Lewis Hamilton, alemão discorda dos rumos atuais da categoria

“A Fórmula 1 não é mais o esporte pelo qual me apaixonei”

Sebastian Vettel está inconformado com a punição que lhe fez perder a vitória no GP do Canadá. Em Montreal, o alemão teve acrescentados cinco segundos ao tempo total de prova por ter voltado à pista de forma perigosa e, em seguida, fechado Lewis Hamilton na saída da curva 4. Para Vettel, não vem sendo permitido aos pilotos da atualidade disputarem as posições com naturalidade na pista devido ao excesso de regras e diretrizes. Entusiasta das corridas do passado, o tetracampeão voltou a defender a forma como a Fórmula 1 transcorria antigamente.

– Eu realmente amo as corridas antigas, os carros antigos e os pilotos antigos. Eu realmente amo isso, mas só desejo que eu, tão bem como eu estou fazendo o que faço, estivesse naquele tempo e não hoje. Você acabou de ouvir o texto quando as pessoas vêm no rádio, nós meio que temos uma língua oficial. Nós devemos ser capazes de dizer o que pensamos. Eu discordo de onde está o esporte agora. Você tem toda essa redação: “Eu ganhei uma vantagem, não ganhei uma vantagem”. Tudo isso acho errado. Não é realmente o que deveríamos estar fazendo no carro – disse.

Vettel comentou ainda que o tipo de disputa entre ele e Lewis Hamilton no Canadá é exatamente o que o público quer ver durante as corridas da Fórmula 1, e que a repercussão após a sua punição mostra exatamente isso:

– Para mim, isso é corrida, e muitas das pessoas que mencionei anteriormente, os antigos pilotos de F1 e as pessoas nas arquibancadas concordam, isso faz parte das corridas. Mas hoje em dia… eu não gosto disso, todos nós soamos um pouco como advogados usando a língua oficial. Eu acho que está errado.

O piloto da Ferrari reafirmou que espalhou para cima de Hamilton justamente porque ainda não tinha o controle do carro depois de ter passado sobre a grama entre as curvas 3 e 4 de Montreal.

– Estava voltando à pista e tentando me certificar de que o carro estava sob controle. Depois que recuperei o controle e me certifiquei de que estava tudo bem, vi nos espelhos que Lewis estava bem atrás de mim. Não acho que poderia ter feito algo diferente. Não sei qual foi o problema. Tenho duas mãos e as tenho no volante tentando manter o carro sob controle – garantiu.

Por fim, Vettel respondeu às críticas de que poderia ter se certificado de que Hamilton estava imediatamente atrás dele depois de ter escapado da pista. Irônico, o alemão ainda criticou o excesso de botões no volante dos atuais carros de Fórmula 1.

– Somos muito bons em multitarefas pilotando esses carros. Se for necessário, para pegar o carro uma vez que você volta da grama ou fora da pista, talvez com uma mão e, em seguida, use a outra mão para apertar o botão de rádio e falar ao mesmo tempo, então eu não me qualifico. Não posso fazer isso. Eu estava com as mãos ocupadas tentando manter o carro sob controle. Eu sabia que Lewis estava atrás de algum lugar quando ele estava um segundo atrás e quando olhei no espelho, ele estava bem ali.

Globo Esporte

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta