Home Cidades Saiba porque a Tut não quer outra empresa na linha do médio...

Saiba porque a Tut não quer outra empresa na linha do médio norte

2

Tut detona Viação Juína, na guerra para explorar transporte de passageiros

Primeiro vejas as fotos dos ônibus da Viação Juína, e tire suas conclusões. Depois pode ler o texto logo abaixo, provando juridicamente que as alegações são infundadas.

A Viação Juína, por intermédio de seu procurador, esclarece que desde o início a empresa é administrada pelo seu sócio proprietário Daniel Machado Pereira Júnior, a qual vem exercendo há duas décadas serviços de transporte rodoviário intermunicipal e interestadual de passageiros, focando na eficiência dos trabalhos, em especial, na qualificação dos seus colaboradores, bem como no conforto e segurança dos passageiros.
É uma das poucas empresas atuantes no mercado estadual que possui a Certificação de Registro Cadastral –CRC válido na AGER/MT, e conta atualmente com uma frota de 29 (vinte e nove) ônibus, devidamente regular e inscrita na referida Agência Reguladora, tendo, no último mês adquirido dois ônibus zero quilômetros modelos Volvo/MPolo Paradiso DD – B450R 8×2 adaptados com leito cama, únicos no Estado, cada um com capacidade para 56 passageiros.
O setor de transporte de passageiros é uma paixão do proprietário, e que durante todos esses anos coordena diariamente e pessoalmente as ações da empresa, a fim de garantir a excelência na execução dos trabalhos.
Todos esses esforços garantiram destaque e preferência pelos passageiros à Viação Juína, tendo como consequência, o agravamento da inevitável bancarrota da sua principal concorrente, Tut Transportes, ora Denunciante, que há muito tempo deixou de fazer uma gestão séria e competente.
Por intitular-se “dona” do mercado de transporte de passageiros no Estado, a Tut Transportes deixou de qualificar os funcionários, inovar e investir nas frotas, e de oferecer um serviço digno de respeito aos usuários e colaboradores, frisa-se que a Tut Transporte inova ao conseguir perpetuar desde 2005 a sua Recuperação Judicial, caso único no País, inclusive, com decreto de falência, que depois fora anulada.

Causa espanto a Representação aviada pela Tut Transportes ao TCE/MT, quando um dos seus proprietários se fez presente nas sessões públicas da SINFRA/MT, e manteve-se calado a todo momento, sem discutir ou apresentar qualquer impugnação naquela oportunidade.
Cumpre destacar, que o procedimento licitatório denominado, Chamamento Público n.° 01/2019 SALOG/SINFRA, contou com a inusitada participação de 20 (vinte) empresas, e fora altamente disputado, sendo aberto para todos, e fiscalizado por graduados e experientes servidores públicos representantes da SINFRA/MT, AGER/MT, Controladoria Geral do Estado e Procuradoria Geral do Estado.
Por fim, a Viação Juína também utilizará dos meios legais e cabíveis para rebater todas as infundadas alegações ventiladas pela desesperada Tut Transportes, e tem a plena convicção de que estará em breve assinando o contrato emergencial com o Estado de Mato Grosso para executar o Mercado 6, do Lote I (Categoria Básica).

Com Assessoria do Grupo Viação Juína / Ideal MT

2 COMENTÁRIOS

  1. O mal administrador não reconhece sua fraqueza, e pensa que todos são iguais, parabéns Júnior, te conheço desde criança, seu pai um grande cidadão, e siga com Deus na frente,
    Ademar kloch

Deixe sua resposta