Home Saúde Rogério Ceni repensa estilo ofensivo do Cruzeiro após frustrações: “Tentamos de tudo”

Rogério Ceni repensa estilo ofensivo do Cruzeiro após frustrações: “Tentamos de tudo”

0

Treinador admite, depois de goleada sofrida para o Grêmio, chance de alguns jogadores passarem por intertemporada para melhorar parte física: "Se eu for o treinador, temos que fazer

No dia 13 de agosto, Rogério Ceni chegou a Belo Horizonte com uma ideia clara para o Cruzeiro: deixar o time mais ofensivo e com mais velocidade pelas beiradas do ataque. Agora, menos de um mês depois de assumir a Raposa, o treinador admite repensar a ideia de jogo. O motivo? As duras derrotas para o Inter, na Copa do Brasil, e para o Grêmio, no Brasileiro.

Depois da goleada de 4 a 1 sofrida para o Grêmio, nesse domingo, o treinador foi claro ao dizer que o time precisa de mudanças drásticas, e que a permanência dele na Toca depende disso. Uma das alterações que Ceni pensa em fazer está relacionada à formação da equipe, que tem jogado privilegiando o ataque, com o meia Robinho de segundo volante, dois atacantes abertos, um armador centralizado e, na frente, um centroavante ou um “falso” 9. Com sete gols sofridos diante da dupla Gre-Nal, o técnico reconheceu que está na hora de cuidar mais da defesa.

– O meu respaldo é meu trabalho, e eu acho que nós tentamos tudo que é possível dentro dessa formação, tentando privilegiar o jogo. Hoje em dia, as pessoas normalmente privilegiam a marcação em detrimento da construção do jogo, talvez tenhamos que mudar.

“Talvez a maior mudança, mais drástica, é na maneira de jogar, porque só uma mudança de atitude e de mentalidade de jogo é que pode fazer o Cruzeiro sair desse momento dessa situação”

Rogério Ceni também quer que alguns jogadores tenham uma melhor condição física para a sequência do Brasileirão. Ele admite, inclusive, a possibilidade de alguns jogadores fazerem uma intertemporada para conseguirem essa recuperação.

– Se preciso for fazer uma intertemporada dentro do campeonato com 20 rodadas para jogar, para recuperar alguns jogadores na parte física, para colocar um time mais forte em campo fisicamente, nós temos que fazer. Se eu for o treinador, nós temos que fazer.

O Cruzeiro convive de perto com a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Com 18 pontos em 18 rodadas, o time é o 16º, o primeiro fora da degola. O Fluminense, 17º, tem 15 pontos e um jogo a menos, que será diante do Palmeiras, nesta terça-feira.

Globo Esporte

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta