Home Política PT define ações pró Haddad em MT

PT define ações pró Haddad em MT

0

Mais de 300 lideranças políticas e de movimentos da sociedade civil participaram na quarta-feira (10.10), em Cuiabá, da primeira plenária de mobilização no Estado da candidatura presidencial de Fernando Haddad (PT), neste segundo turno. O evento que ocorreu na sede do PT-MT contou com a presença de representantes do PCdoB e PROS que integram a chapa petista, bem como contou com a adesão de lideranças do PDT que no primeiro turno sustentou a candidatura de Ciro Gomes.

O coordenador da campanha de Haddad em Mato Grosso, ex-deputado Carlos Abicalil (PT) informou que há um diálogo da coordenação e dos deputados eleitos pelo PT, com lideranças de diversos partidos que já manifestaram o desejo de aderir a campanha do 13 no segundo turno. “Estamos conversando com todos os democratas de Mato Grosso no sentido de traze-los para o nosso projeto, que é o único, neste segundo turno, que defende a liberdade, a democracia, a tolerância, o amor e o respeito entre os brasileiros independentemente da posição ideológica de cada um”, disse.

Nesse sentido ele informou que há conversas bastante adiantadas com lideranças do PSOL, PSB, PP, PSD e setores do DEM. “A nossa tarefa é reunir todo o espectro político que defende a Democracia. O ódio e o preconceito pregado pelo nosso adversário não podem vencer o amor, o respeito e um Brasil que com diálogo volte a produzir oportunidades de emprego e renda, que é isso que a maioria do povo anseia”, disse.

Para o dirigente da Juventude do PROS, José Ricardo, a coligação O Povo Feliz de Novo precisa reunir todas as forças no combate a notícias falsas, apontadas por diversos analistas como o diferencial da campanha do adversário. “Essa onda reacionária verificada na última semana do primeiro turno deve-se aos milhares de fake news difundidas pela campanha do adversário nas redes sociais”.

De acordo com o deputado estadual eleito, Lúdio Cabral (PT), além de intensificar a campanha nas redes, a coligação vai retomar o corpo a corpo com o eleitor. “É preciso o olho no olho com a nossa população, para informarmos da gravidade que seria para os direitos civis um eventual governo da extrema-direita. É preciso explicitar também, que somente nossa campanha tem projetos para melhorar a vida do povo”, disse.

A deputada federal eleita, Professora Rosa Neide (PT), destacou que os apoiadores de Haddad deverão dialogar mais com o segmento religioso, em especial os evangélicos. “Nosso candidato é cristão, casado há 30 anos com a mesma esposa. É nosso candidato que defende a família e não o adversário”, disse.

O presidente do PT-MT, deputado estadual reeleito Valdir Barranco finalizou destacando que a coligação de Haddad está confiante na vitória no segundo turno e que com a união de todos os que acreditam e defendem os valores democráticos em Mato Grosso, Haddad vencerá também no Estado.

A ex-reitora da UFMT que concorreu ao Senado nesta eleição, Maria Lúcia; o dirigente do PCdoB-MT, Miranda Muniz; a presidenta do PCdoB em Cuiabá, Lane Costa; o presidente do PT em Cuiabá, Volney Albano; o ex-vereador por Várzea Grande, Charles Caetano; e demais dirigentes partidários, presidentes de Sindicatos, líderes dos Movimentos Sindical, Social e Estudantil também marcaram presença na plenária. A próxima atividade está agendada para o dia 16. Está prevista a adesão de mais lideranças para a campanha do 13.

 

 

 

 

 

Fonte: FolhaMax

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta