Home Agro Notícias Pesquisa de monitoramento de pragas e plantas daninhas em lavouras em MT...

Pesquisa de monitoramento de pragas e plantas daninhas em lavouras em MT será apresentado em encontro

0

O segundo Seminário Mato-grossense de Manejo da Resistência será dias 23 e 24 em Cuiabá e vai abordar os resultados de monitoramento da suscetibilidade de pragas, doenças e plantas daninhas aos produtos fitossanitários, bem como discutir problemas de resistência e boas práticas nos tratos culturais. O seminário será realizado na sede da Famato. Durante os dois dias de evento os seminaristas terão a oportunidade de participar de diversos debates e discussões. Consultores técnicos, agricultores e profissionais de empresas de agroquímicos vão participar.

O Instituto IMAmt, ligado a Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (AMPA), abordará temas como visão holística sobre resistência, monitoramento da suscetibilidade do bicudo do algodoeiro aos inseticidas, ações de manejo e monitoramento da suscetibilidade de capim pé de galinha conduzidas pelo IMAmt, UFMT e HRAC e controle de tiguera e soqueira de algodão resistente a herbicidas.

De acordo com o pesquisador do IMAmtm Edson de Andrade Junior, o principal objetivo do seminário é divulgar e discutir os resultados de estudos que são conduzidos em Mato Grosso. O primeiro seminário ocorreu em agosto de 2018, em Sinop e, conforme o pesquisador houve manifestações de interesse de continuidade. “A realização anual dos seminários visa a construção e manutenção de uma rede estadual de colaboração científica para monitorar e propor soluções a fim de mitigar os prejuízos causados pela resistência. Com a colaboração de técnicos atuantes em todas as regiões do estado e intercâmbio de informações entre pesquisadores será possível estabelecer um mapa de ocorrências e planejar ações de manejo com antecedência, considerando as particularidades de cada região produtora”, diz Edson, através da assessoria.

O evento é organizado pela Embrapa e conta com a parceria com o Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) e a Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso (Fundação MT).

Só Notícias

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta