Home Geral Perícia aponta violação e concurso para delegado da Polícia Civil deve ser...

Perícia aponta violação e concurso para delegado da Polícia Civil deve ser anulado

0

O concurso para o cargo de delegado substituto da Polícia Civil de Mato Grosso, aplicado em 8 de outubro e que mobilizou pelo menos 13 mil candidatos, deve ser anulado ainda nesta semana. Fontes do site  asseguram que a perícia realizada nos envelopes, feita pelo perito Flávio Yuudi Kubota, aponta que houve uma violação parcial na lateral de um dos envelopes.

Como as investigações ocorrem em segredo de Justiça, a reportagem entrou em contato com o delegado Diogo Santana, titular da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), e ele informou que o inquérito tramita em sigilo. O resultado das diligências está sendo repassado à comissão do concurso e ao Ministério Público Estadual (MPE).

Apesar disso, está marcada uma reunião nesta quarta (8) na sede do MPE, entre representantes da organização do concurso, a Cespe, membros do órgão fiscalizador e os delegados que investigaram, para analisar se foi possível uma violação, se passaria uma prova pela extremidade ou se foi um acidente.

A considerar o resultado da perícia, o certame pode ser anulado, visto que o teste realizado na Politec comprovou a suposta fraude.

O caso

Rumores de que envelopes contendo provas do concurso para o cargo de delegado começaram teria sido violado, começaram no dia do certame, 8 de outubro. As imagens começaram a circulam nas redes sociais e aplicativos de mensagens. Além disso, fotos que supostamente são da prova também passaram a circular.

Em uma das imagens que circula, de um grupo de WhatsApp, uma pessoa relata que um candidato recebeu um envelope “com cara de que tinha sido aberto e colado”. Diante do suposto ocorrido, o delegado presente ordenou que a situação constasse em ata, fez uma foto do envelope e mandou a prova continuar.

Segundo a Polícia Civil, mais de 13 mil candidatos se inscreveram no concurso. O salário inicial após a nomeação chega a R$ 19 mil.

 

Fonte: RDnews

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta