Home Agro Notícias Paulo Aguiar assume presidência da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão

Paulo Aguiar assume presidência da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão

0

Paulo Sérgio Aguiar assumiu a presidência da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa). A solenidade de posse aconteceu ontem, em Cuiabá, com a presença de representantes do Poder Público e de demais entidades que atuam em prol do desenvolvimento do setor agropecuário no Estado.

“Temos que comemorar o sucesso da entidade. Vivemos uma escalada de produção e de aumento de área da cotonicultura em Mato Grosso. Minha visão é tentar manter o setor ao nível que estamos e, se possível, ampliá-lo. Mas temos muitos desafios. O maior, no momento, é o mercado, mas ainda há problemas burocráticos e fiscais que precisam ser enfrentados. Vamos fazer o dever de casa, olhar para dentro da porteira e ajustar os custos para poder evoluir ainda mais”, declarou o novo gestor da Ampa, cujo exercício se dará pelo triênio 2020-2022.

Em seu discurso de posse, o novo presidente agradeceu o empenho devotado pelos gestores anteriores, além de sua dedicação e desprendimento ao conduzirem a entidade. Também lembrou das autoridades que apoiaram o cultivo do algodão no Estado com a criação do Programa de Incentivo ao Algodão de Mato Grosso (Proalmat). “Se não fossem essas autoridades, parceiros, pessoas, talvez não teríamos chegado até aqui”. Mato Grosso planta mais de 1 milhão de hectares de algodão, cujo resultado é uma produção de quase 2 milhões de toneladas de pluma.

Outra meta da nova equipe gestora da Ampa é dar sequência às atividades de responsabilidade social. Seguirem os investimentos em projetos como as doações para o enxoval necessário aos leitos do Hospital de Câncer de Mato Grosso, o projeto Japuíra, que forma costureiros em comunidades carentes do Estado para geração de renda, os aportes a iniciativas culturais de crianças e jovens músicos, entre outros.

Paulo Aguiar recebeu a associação das mãos do produtor Alexandre Schenkel, do município de Campo Verde. Presidente da entidade desde 2017, ele comemorou o momento que a cotonicultura mato-grossense vive no cenário mundial, tendo em vista o boom de exportação registrado no mês de outubro, quando mais de 273 mil toneladas da pluma brasileira seguiram para o mercado exterior, com Mato Grosso correspondendo a 60% desse total.

“Os dois últimos anos, do mercado internacional, favoreceram a evolução da cultura. Mas nós não teríamos este crescimento, sem os bons trabalhos que ocorreram no passado. Abrir mercados e promover a exportação facilitaram o caminho. Isso é mérito do produtor, do colaborador e da pesquisa. O algodão é uma grande família reunida em prol da eficiência”, avaliou Alexandre Schenkel.

Também foram empossados todos os demais 11 membros da diretoria da Ampa, assim como os 6s conselheiros fiscais da entidade, entre titulares e suplentes.

Prestigiaram a solenidade de posse o vice-governador Otaviano Pivetta (PDT), o líder da bancada federal do Estado no Congresso, o deputado Neri Geller (PP), os deputados estaduais Janaina Riva (MDB), Xuxu Dalmolin (PSC) e Paulo Araújo (PP), além de presidentes de entidades nacionais e estaduais do agronegócio.

Só Notícias

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta