ipad
Home Cidades ‘Pacotão’ de R$ 10 milhões vai trazer creches, asfaltamento e hospitais para...

‘Pacotão’ de R$ 10 milhões vai trazer creches, asfaltamento e hospitais para Diamantino

0

O prefeito de Diamantino, Eduardo Capistrano (PDT), vai implementar neste ano um grande pacote de obras, no valor de R$ 10 milhões, que prevê uma série de ações na cidade, principalmente nos setores de Infraestrutura, Educação e Saúde.

Capistrano recebeu a reportagem do Muvuca Popular neste domingo em sua residência, e explicou que o primeiro ano serviu para organizar as contas do município. Agora, a meta é buscar recursos novos para estruturar a cidade.

Já no ano passado, a administração implantou a primeira escola de Tempo Integral da história de Diamantino. Também em 2017 foram recuperados 300 km de estadas vicinais, dentro do perímetro urbano da cidade.

Com os recursos deste ano (projetados em R$ 10 milhões) o gestor pretende construir mais escolas, além de fazer com que o município atenda em 100% a população na rede de saúde básica. Hoje esse número está em 97%. Atingindo assim a capacidade plena na saúde.

Do ‘pacotão’ de ações, o prefeito ressalta que algumas obras já estão em pleno funcionamento e neste ano há previsão de inauguração de escolas e creches, bem como o asfaltamento de novas ruas e a compra de maquinários para patrolamento e demais serviços urbanos. Outras metas são organizar a saúde, além de inaugurar um Posto da Saúde da Família (PSF).

GRANDE RESPONSABILDIADE    

Em 2016, Capistrano, que é um jovem de apenas 36 anos, teve uma das votações mais expressivas da história de Diamantino, com 65% do eleitorado. A diferença quase nunca passou de 1 mil votos entre o vencedor e o segundo colocado, e desta vez ele colocou 7 mil votos de frente, um feito retumbante. Para ele, isso só aumenta o grau de responsabilidade com à população. “A população acredita muita na gente pelo nosso potencial de administração. Foi a maior votação da história de Diamantino e não queremos decepcionar de jeito nenhum”, enfatizou.

Capistrano é advogado de formação. Antes de ser prefeito, ele já concorreu ao cargo de deputado estadual, quando ficou como suplente. À partir disso, e tendo grande adesão popular, surgiu a ideia de disputar a prefeitura de Diamantino.

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

Outro diferencial de Capistrano é a política de envolvimento da população nos projetos que são tocados pela gestão.

Para isso, são promovidas audiências públicas, em diferentes regiões da cidade, em que os populares dão sugestões de como o orçamento municipal deve ser aplicado para melhorais na cidade.

As sugestões populares se transformam em projetos que são incluídos no Plano Plurianual (PPA) e na Lei Anual Orçamentária (LOA) de Diamantino.

“Em 2017 foram 11 audiências públicas. A gente faz esse trabalho pra ouvir da pessoas o que de fato precisa ser feito. Então a gente vai fazer novas audiências neste ano para montar a nosso PPA, e a nossa LOA. Quero agradecer à população que participa em massa dessas reuniões. O nosso segredo é esse: ouvir as pessoas”, afirma.

PROTAGONIMOS DO PDT

No entendimento de Capistrano – vice presidente regional do PDT – o partido precisa assumir seu protagonismo e entender a importancia que tem no cenário político de Mato Grosso. Para ele o caminho é de oposição ao governo Pedro Taques (PSDB) com candidaturas às majoritárias (Senado e Governo).

“Nós temos o nosso líder que é o Zeca Viana [deputado estadual], que se organizou pra ser candidato a governador. E a gente acha que o PDT tem que participar da chapa majoritária, seja como governador, vice ou indicar um senador. O PDT elegeu o Dante de Oliveira, elegemos o Pedro Taques, e depois ele também saiu do partido. Agora a gente tem que eleger alguém que fique no partido para fortalecê-lo”, destacou Capistrano.

Fonte: Muvuca Popular

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta