Home Polícia Mulher mata marido em MT para esconder caso com cunhado

Mulher mata marido em MT para esconder caso com cunhado

0

Uma mulher e o cunhado dela são investigados suspeitos de planejar e matar um homem em Nossa Senhora do Livramento, a 65 km de Cuiabá, para acobertar o relacionamento extraconjugal deles.

Segundo a Polícia Civil, Cláudio de Campos Rodrigues, de 23 anos, foi preso nessa quarta-feira (12). Ele confessou o crime.

A prisão ocorreu durante o cumprimento de quatro mandados de prisão e oito de busca e apreensão realizada pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Cláudio é apontado como um dos autores da morte do irmão dele, Odair José de Lima, de 29 anos, que foi assassinado a tiros no dia 10 de agosto. A mulher da vítima, Cleia da Silva Ferreira, de 28 anos, não foi presa, mas é investigada. Ela negou os crimes.

Inicialmente as primeiras informações que a polícia recebeu eram de que a Cleia foi estuprada e o marido dela assassinado na zona rural de Nossa Senhora do Livramento.

A mulher havia dito ao marido e à polícia que homens armados invadiram a casa, roubaram duas armas e um deles a violentou sexualmente.

Dois dias depois do suposto roubo e estupro, Odair dizia para os moradores da região que faria ‘justiça e mataria’ os criminosos que cometeram o crime.

Ele acabou morto a tiros depois de declarar essas ameaças.

Investigação

A versão que Cleia foi assaltada e estuprada acabou sendo descartada ao decorrer da investigação.

O trabalho investigativo apontou para provável envolvimento da mulher de Odair, bem como a manipulação de informações que relatavam a ocorrência de estupro e roubo.

Após uma série de tentativas de reconhecimento, a mulher apontou semelhanças, como aparelho dental e voz, entre o cunhado, Cláudio, com o homem que supostamente a teria estuprado.

A mulher citou que teria ouvido dizer que quem indicou a casa para ser roubada teria sido outros familiares da vítima: Airton Santana de Arruda, Ademilson Antônio de Arruda e Carlos da Conceição Souza.

A delegada responsável pela investigação, Jannira Laranjeira Siqueira Campos, da DHPP, representou pela prisão dos quatro suspeitos no inquérito.

Confissão

Cláudio confessou participação nos fatos e envolveu diretamente a esposa da vítima no planejamento do crime.

Ele ainda declarou que foi até a residência do casal, no dia 8 de agosto, onde teve uma relação sexual com a suspeita, confirmando que tinha um caso extraconjugal com ela.

Cleia entregou as armas e munições para o cunhado e o orientou que ele deixasse a casa toda bagunçada para aparentar que o local foi assaltado.

Cláudio detalhou que o relacionamento entre eles iniciou quando Odair foi preso após agredir Cleia. Durante o período da prisão do marido, Cleia foi morar na casa da sogra e se aproximou do cunhado.

À polícia, Cleia negou participação no crime. No entanto, segundo a delegada, os policiais encontraram contradições nas declarações da mulher.

Os trabalhos prosseguem para apurar e individualizar as condutas criminosas dos suspeitos detidos e também da mulher.

A Polícia Civil pediu a prisão da suspeita, mas o pedido ainda não foi decretado pela Justiça de Mato Grosso.

 

 

 

 

 

Fonte: FolhaMax

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta