Home Polícia Médico de MT é preso por integrar grupo que desviou recursos da...

Médico de MT é preso por integrar grupo que desviou recursos da Saúde

0

Ação é realizada no Estado de Santa Catarina

Um médico teve mandado de prisão cumprido pela Polícia Judiciária Civil, na cidade de Sinop (500 km ao Norte), na manhã desta terça-feira (12.06). A prisão foi realizada pela Divisão Especializada de Roubos e Furtos da Delegacia de Polícia Sorriso (420 km ao Norte), em apoio à operação da Polícia Civil de Santa Catarina, batizada de Sutura, que apura desvio de recursos públicos na área da saúde.

O médico M.F.T  foi comunicado da ordem de prisão em uma clínica, no centro de Sinop, onde também os policiais cumpriram ordem de busca e apreensão, sendo apreendido um HD externo, pendrive e um celular.

Os trabalhos da operação são coordenados pela Divisão de Combate aos Crimes Contra o Patrimônio Público (DCCPP/Deic), por meio do Laboratório de Lavagem de Dinheiro (LAB-LD). O Ministério Público de Contas e Ministério Público Estadual da Comarca de Penha apoiam as ações. Os detalhes da operação serão repassados às 15h pela Polícia Civil de Santa Catarina.

Conforme o delegado de Sorriso, Eduardo Ribeiro, a Polícia Civil de Santa Catarina pediu apoio no cumprimento do mandado de prisão da operação que foi realizada hoje. “A equipe de investigação da Derf de Sorriso levantou as informações  e verificou que ele atendia em uma clínica de Sinop. Nesta manhã, às 6h, os investigadores deslocaram até Sinop e efetuaram a prisão do médico na clínica onde trabalha”, disse.

SUTURA

A operação, segundo a Polícia Civil de Santa Catarina, foi deflagrada para combater uma organização criminosa que desviava recursos públicos na área da saúde nos municípios de Penha e de Itapema. Tais desvios, segundo a polícia, aconteciam por meio de uma OS (Organização Social).

São cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão nas cidades de Penha, Balneário Piçarras, Joinville, Garuva, Timbó, Balneário Camboriú e Itapema.

 

 

Fonte: FolhaMax

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta