Home Esportes Livre no mercado, Sandro ressalta carinho pelo Inter e diz que se...

Livre no mercado, Sandro ressalta carinho pelo Inter e diz que se arrepende de saída do Tottenham

0

Volante reclama de postura do Genoa, seu ex-clube, recebe mensagens de torcedores colorados e do Vasco e admite se precipitou ao deixar os Spurs: "Poderia ter evoluído mais"

Sandro viveu seis meses de incerteza. E agora procura uma nova casa. Após rescindir com o Genoa na última semana, o volante deixou para trás um ano e meio de contrato que ainda tinha com a equipe italiana para tentar mais sorte em outro lugar. Ele quer jogar. E pode ser no Brasil, onde não atua há quase 10 anos.

“Estou com sede de jogar. No Genoa, não me deixaram”, desabafa o volante, em entrevista ao GloboEsporte.com.

Aos 30 anos, Sandro encerrou uma passagem frustrante no time genovês. Ele chegou para a temporada 2018/19. Atuou em 14 jogos e logo foi emprestado à Udinese, em janeiro do ano passado. Contra sua vontade. Ao retornar, no meio do ano, foi comunicado que não iria jogar.

Mesmo quando Davide Nicola, treinador que o levou para a Udinese, assumiu o Genoa no fim de 2019, a situação de Sandro não mudou. A postura do presidente Enrico Preziosi era irredutível, e a rescisão do contrato foi a única saída.

– Passaram vários treinadores, inclusive o Thiago Motta. Chegavam e saíam, e minha situação não mudava. Ele chegou (Davide Nicola), e eu já estava nesse processo de rescisão. Não sei o que aconteceu. Pegaram birra comigo. É muito estranho – conta o volante.

A última partida oficial de Sandro foi no dia 18 de maio de 2019, ainda pela Udinese, contra o Spal, na temporada passada. O Genoa, seu ex-time, é o vice-lanterna do Italiano, com 14 pontos em 18 jogos.

Sem jogar desde maio de 2019, Sandro tenta manter a forma

Durante esse intervalo, o volante passou um tempo em Portugal e no Brasil e fez um trabalho para manter a forma física. Atualmente, passa uns dias em Brasília e depois irá para Riachinho, sua cidade natal, no interior de Minas. Diz que vai analisar propostas com calma, sem ansiedade. Mas garante estar em forma.

– Quem acompanhou o Italiano e viu jogos meus, pode ver que estou em bom nível. Fiz bons jogos. É isso. Não tenho o que falar. Estou jovem, estou com muita lenha para queimar, muita disposição e vontade de querer conquistar mais coisas, de querer jogar e voltar a ser cotado, a ter sequência boa em um time que possa lutar por alguma coisa, algum título – assegurou.

Assim que divulgou sua rescisão de contrato, Sandro recebeu mensagens de alguns torcedores nas redes sociais. Ele comentou sobre a possibilidade de retornar ao Brasil. Reconhece que, caso isso aconteça, o Internacional é sua prioridade. E diz que só tem um arrependimento na carreira: ter saído do Tottenham em 2014.

Globo Esporte

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta