Home Esportes Líbero no passado, ex-BBB Paula treina com seleção: “Fiquei emocionada”

Líbero no passado, ex-BBB Paula treina com seleção: “Fiquei emocionada”

0

Quarta colocada no reality show visita meninas antes de estreia na Liga das Nações

Foram nove anos longe das quadras. Mas, depois de deixar o esporte de lado, Paula Amorim voltou a sentir o gosto de jogar vôlei. Agora celebridade, depois de terminar o Big Brother Brasil na quarta colocação, a administradora participou do treino da seleção brasileira antes da estreia da Liga das Nações, nesta terça-feira, contra a Alemanha, às 15h. No ginásio José Correia, em Barueri, a convite do Video Show, Paula aqueceu, defendeu e até dançou com as jogadoras do Brasil. A TV Globo, o SporTV e o GloboEsporte.com transmitem o jogo ao vivo.

Paula jogou vôlei até os 20 anos. Na época, como líbero, defendeu o Mackenzie na Superliga 2008/2009. Antes, em outros clubes, chegou a atuar com jogadoras que hoje defendem a seleção, como Roberta, Carol, Mara e Suellen. Ao lado delas e de outras estrelas da equipe, fez todo o aquecimento dentro do palco da rodada brasileira da Liga das Nações. Foi se soltar mesmo com as meninas na hora da dança, em atividade de aquecimento já tradicional da equipe.

– Eu nunca joguei na seleção. É muito pesado mesmo, fiquei emocionada. Estar aqui ao lado das meninas, em alto nível, revivendo uma fase que foi muito importante na minha vida, é incrível. Não tenho palavras – disse a ex-BBB, mostrando as marcas das boladas nos braços.

Apesar do tempo longe, Paula não fez feio. Na atividade mais pesada, mostrou disposição ao defender as pancadas de Tandara e Rosamaria. Rendeu até pedido de contratação por Dani Lins, que acertou com o Barueri, time também treinado por José Roberto Guimarães.

– Foi interessante. Ela jogou com a Gabi, Mara, Suellen. Eu não esperava essa habilidade toda dela. Começou a tocar com a Dani, manchete, se posicionou bem. Dani até brincou: “Zé, ela toca bem. Se passer, contrata” (risos). Colocamos ela na defesa, conseguiu subir algumas bolas. Teve até uma defesa que me chamou muito a atenção. Ela tem muita habilidade. Se trabalhar, dá para voltar.

Sem Paula, o Brasil dá início à caminhada na Liga das Nações, competição que substitui o Grand Prix no calendário, nesta terça. Com 12 títulos da antiga competição e atual bicampeã, a seleção ainda encara Japão e Sérvia nesta semana, em Barueri.

Globo Esporte

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta