Home Polícia Jovem é enforcada com a própria calcinha e depois é estuprada por...

Jovem é enforcada com a própria calcinha e depois é estuprada por maníaco em cidade de MT

0

Jovem não conseguiu fornecer o retrato falado do suspeito, porque ele estava encapuzado no momento do crime


Uma jovem, de 18 anos, foi estuprada em um terreno baldio do bairro Jardim Maringá, em Várzea Grande. O caso ocorreu na noite desse domingo (09). A vítima não conseguiu fornecer as características físicas do suspeito, porque o maníaco estava encapuzado.Segundo informações do 4º Batalhão da Polícia Militar, por volta das 19h, a vítima estava andando por uma rua do bairro, quando foi rendida pelo suspeito, que estaria armado com um revólver.Rendida, a vítima foi levada para um terreno baldio. O criminoso teria arrancado suas roupas e tentado asfixiar a jovem com a calcinha dela. Aos policiais, ela disse que desmaiou com o ataque e cerca de uma hora depois acordou com várias dores pelo corpo.
A garota saiu na rua e acionou a PM, que realizou rondas pela região, mas não conseguiu prender ninguém. A jovem foi levada a Central de Flagrantes da cidade, onde relatou o crime ao delegado.Após o depoimento, a vítima foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de conjunção carnaval. O estupro será investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher, Adolescente e Idoso de Várzea Grande.

MANÍACO PRESO

Em fevereiro, a Polícia Militar prendeu Adilson Marinho de Campos, de 37 anos, suspeito de ter estuprado ao menos três mulheres em três dias, nos bairros da Manga e Cristo Rei, em Várzea Grande.O suspeito agia na maioria das vezes no período noturno. Ele aproveitava que a vítima estava sozinha e ameaçava com um revólver. Elas eram levadas em uma região de mata fechada do bairro Carrapicho, onde os abusos eram cometidos.Após a denúncia das vítimas, o Serviço de Inteligência da PM começou a investigação e conseguiu prender Adilson na Avenida Professora Izabel Pinto, no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande.Os policiais encontraram o suspeito circulando em um veículo Fiat Uno de cor branca. O mesmo carro denunciado pelas vítimas, onde disseram que o acusado usava o automóvel para aborda-las. Durante a revista, os PMs ainda encontraram um revólver calibre 38 com cinco munições intactas.Ao ser levado a Central de Flagrante, os policiais constataram que o suspeito já possuía 12 passagens e sete mandados cumpridos. As vítimas fizeram o reconhecimento através de fotografias. Após ser lavrado o Boletim de Ocorrência, o acusado foi encaminhado a uma penitenciária de Cuiabá.

Fonte: Reporter MT

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta