Home Política Ex-secretário recebe propina após Governo Silval e fica com R$ 350 mil...

Ex-secretário recebe propina após Governo Silval e fica com R$ 350 mil em MT

0

Cheques sustados foram pagos só em 2015 e Silval deu aval para recursos ficarem com Nadaf

Em sua delação, o ex-secretário da Casa Civil, Pedro Nadaf, afirmou que se beneficiou do esquema que desviou dinheiro da desapropriação do bairro Jardim Renascer, em Cuiabá. Ordenado pelo ex-governador Silval Barbosa, era ele quem repassava os valores para os envolvidos no esquema de propina do executivo para alguns conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE), num montante de R$ 50 milhões.

Alguns dos cheques utilizados para o pagamento haviam sido sustados e só foram quitados só em 2015, quando Silval já havia deixado o governo. O antigo proprietário do terreno do Jardim Renascer se encontrou com Nadaf em março de 2015 em algumas situações e efetuou o restante dos pagamentos dos cheques.

O ex-secretário disse que Silval falou para ele ficar com o dinheiro. Este montante totalizou cerca de R$ 350 mil. “O colaborador ao contar a Silval Barbosa que estava recebendo os pagamentos dos cheques sustados que haviam sido entregues na dívida do TCE obteve autorização do ex-governador para ficar na posse desses pagamentos, sendo assim o colaborador pegou para si o valor de R$ 315 mil, eis que R$ 35 mil entregou para ao advogado da empresa”, diz um trecho da delação.

Segundo Nadaf, Silval havia fechado um acordo de pagar R$ 50 milhões em propina para cinco conselheiros do TCE. Para quitar a dívida, o ex-governador ordenou que o pagamento seria feito através da desapropriação do bairro Jardim Renascer, em Cuiabá.

O ex-secretário foi chamado por Silval, durante o ano de 2014, que determinou que ele viabilizasse com os ex-secretários Marcel de Cursi (Fazenda) e Arnaldo Alves (Planejamento), recursos financeiros e orçamento para pagamento da desapropriação, que estaria sendo tocada por Chico Lima.

Após todos os trâmites necessários foram efetivamente realizados os pagamentos pelo Estado de Mato Grosso à empresa Valle Negócios Imobiliários LTDA, sendo um no dia 24/11/2014, no valor de R$ 13 milhões e outro no dia 30/12/2014 no valor de R$ 20.208.985,16. Outros contratos do Governo também garantiram o pagamento aos conselheiros.

 

Fonte: FolhaMax

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta