Home Esportes Emprestados do Real Madrid: Lucas Silva é um dos poucos que não...

Emprestados do Real Madrid: Lucas Silva é um dos poucos que não dão retorno financeiro

0

Os dez atletas emprestados valorizaram cerca de 46% durante o período nos outros clubes. Volante brasileiro não alterou seu valor no Cruzeiro.

Lucas Silva se despediu do Cruzeiro na última terça-feira e irá retornar ao Real Madrid para resolver o seu futuro. O volante era um dos dez jogadores da equipe merengue emprestados nesta temporada e um dos poucos que não deram retorno financeiro para o clube espanhol.

De acordo com o site Transfermarkt, os atletas cedidos pelo Real Madrid valorizaram 46% depois de saírem do clube. Ao todo, os dez jogadores valiam 129 milhões de euros e, hoje, representam 188,5 milhões para os merengues.

Achraf Hakimi, emprestado ao Borussia Dortmund, foi o que mais valorizou em preço absoluto. O lateral multiplicou o seu valor em seis vezes e passou de €5 milhões para €30 milhões no primeiro ano na Alemanha.

Depois de grande temporada com o Leganés, no Campeonato Espanhol, Óscar Rodríguez também se valorizou muito e foi o atleta merengue que deu maior retorno proporcionalmente. O meia de 20 anos saiu de Madri com o preço estipulado de €1 milhão e, hoje, já vale €10 milhões – um aumento de 900%.

Por outro lado, alguns jogadores não deram o retorno esperado pela diretoria. Lucas Silva chegou por empréstimo ao Cruzeiro em 2017 com o passe estipulado em €2 milhões e, agora, retorna ao clube espanhol, dois anos depois, com o mesmo valor. Mesmo caso de James Rodríguez, que continua com o preço de €50 milhões, depois de ser emprestado ao Bayern, e Theo Hernández,(€15 milhões) ao Real Sociedad.

Ainda existem alguns jogadores que desvalorizaram no período de empréstimo. É o caso de Borja Mayoral, emprestado ao Levante, que perdeu 46% de seu valor inicial (€7.5 milhões) e hoje tem o preço estipulado em €4 milhões.

Globo Esporte

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta