Home Polícia Empresária bêbada atropela crianças e foge sem prestar socorro em Cuiabá

Empresária bêbada atropela crianças e foge sem prestar socorro em Cuiabá

0

Uma empresária, instrutora de pilates, identificada como R.Z.C., 48 anos, atropelou duas crianças no bairro Porto e fugiu sem prestar socorro, na noite de domingo (16). Ela estava bêbada e se escondeu no condomínio Residencial Ipiranga II, na região, após testemunhas se revoltarem com o caso.

O atropelamento aconteceu às 18h30, quando a empresária dirigia seu Ford Fiesta na Avenida José Feliciano de Figueiredo, próximo ao condomínio Residencial Ipiranga II e atropelou duas crianças ao fazer o retorno.

Uma das vítimas teve apenas escoriações e outro menino, de 13 anos, precisou ser socorrido e encaminhado para o Pronto-Socorro de Várzea Grande.

Após o acidente, a empresária fugiu sem prestar socorro e se escondeu no condomínio. As polícias Militar e Civil entraram no local após os moradores indicaram onde o carro dela estava estacionado.

Foram realizadas buscas em vários apartamentos do bloco. Um apartamento chegou a ter a porta arrombada, porém, a mulher não foi localizada.

Após algumas horas, a empresária ligou para a polícia, afirmando que se entregaria. Ela foi encaminhada para a Central de Flagrantes (Cisc), no bairro Planalto, onde realizou o teste do bafômetro e foi comprovada a ingestão de álcool.

Em sua defesa, a empresária disse que tentou socorrer a criança imediatamente, porém, se sentiu intimidada por algumas testemunhas que a cercaram no local e por isso fugiu.

O caso é acompanhado pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), que registrou a ocorrência como lesão corporal culposa na direção de veículo.

Atropelamento no trânsito

Na noite anterior, a médica Letícia Bortolini, 37 anos, foi presa após matar atropelado o vendedor de verduras Francisco Lúcio Maia e fugir sem prestar socorro, na Avenida Miguel Sutil, no bairro Cidade Verde, em Cuiabá.

Informações da Polícia Civil dão conta que Letícia e o seu marido, também médico, Aritony de Alencar Menezes, 37 anos, seguiam pela avenida quando atropelaram, com o veículo Jeep Compass, conduzido pela médica, o vendedor que tinha atravessado a pista e tentava subir com seu carrinho de verduraa no canteiro central.

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta