Home Política Deputado avalia que Pivetta nunca deixou de se identificar com o PDT...

Deputado avalia que Pivetta nunca deixou de se identificar com o PDT e acredita em volta à política

0

Presidente regional do PDT, o deputado estadual Zeca Viana diz acreditar na volta do ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta, aos quadros do partido. Ao , o parlamentar diz que, na verdade, o produtor rural nunca deixou de se identificar com a sigla, mesmo quando estava filiado ao PSB. “Estava emprestado para o PSB, para tirar uns dias. Ele sempre foi do PDT. Partido do seu coração”, diz.

Zeca não descarta que a eventual volta de Pivetta ao PDT seja marcada por uma candidatura para as eleições de outubro. No entanto, ressalta que o ex-prefeito já declarou desinteresse em voltar a disputa nas urnas. “Vamos ver a disposição dele para disputar alguma coisa. Tenho conversado com ele, que demonstra um desestímulo muito grande com a política. Mas, está muito revoltado com esse atual governo, pela ingovernabilidade que teve com o Estado”, declara.

Desde o ano passado, Pivetta declara ter “pendurado as chuteiras” com a derrota que sofreu em 2016 em busca da reeleição e não tem interesse em retomar a carreira política. No entanto, seu nome voltou a ser lembrado para vice em uma eventual chapa com o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), ao Governo do Estado.

Militante histórico no PDT, Pivetta deixou o partido e migrou para o PSB em abril de 2016. Em junho de 2017, rompeu com a sigla socialista quando o deputado federal Valtenir Pereira assumiu a presidência estadual e desde então permanece sem filiação partidária.

Ainda na conversa com o , Zeca falou sobre as articulações partidárias para as próximas eleições. Seguindo pedido nacional, que tem o pré-candidato à presidência Ciro Gomes, a sigla deve ter candidatura ao Governo e Senado.

Zeca diz que é prematuro falar em nomes, já que articula novas filiações. Mas, reforça ter colocado seu nome a disposição para uma candidatura ao Executivo estadual ou à Senatória. O parlamentar relembra decepção, após ter ajudado a eleição do governador Pedro Taques (PSDB), em 2014, quando o gestor ainda estava no PDT.

“Tenho um compromisso com a população, pois ajudei muito este governo. Quero sair da vida pública com a sensação de dever cumprido. Vou ajudar ou compor com os melhores nomes para administrar o Estado. Para recuperar o descrédito existente nestes últimos oito anos”, pontua.

FONTE: RD NEWS

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta