Home Destaque Consumidores devem denunciar preços abusivos de combustível em MT durante greve dos...

Consumidores devem denunciar preços abusivos de combustível em MT durante greve dos caminhoneiros, orienta Procon

0

Gerente de Fiscalização do Procon afirma que preços não podem subir por causa da greve. Autarquia informou que foi aberta uma investigação preliminar para apurar o caso.

O preço dos combustíveis aumentou em Mato Grosso por causa da greve dos caminhoneiros, que já dura quatro dias, e o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de Mato Grosso (Procon) alerta para preços abusivos e orienta os consumidores a denunciarem.

Os preços estão oscilando e, em alguns postos, o preço do litro aumentou cerca de R$ 0,20.

De acordo com a gerente de Fiscalização de Proteção e Defesa do Consumidor do Procon, Elisiane Guibor, os preços não podem subir por causa da greve.

“Aumentar o preço especificamente porque não existe uma previsão de demanda para substituir o combustível que está comercializando não é autorizado”, explicou.

Conforme Elisiane, foi aberta uma investigação preliminar específica.

Ela explica que, caso os empresários não consigam manter o estoque, acione os meios corretos para que o abastecimento não sofra prejuízos.

“Elevar o preço só porque os consumidores necessitam comprar mais, não é justificado e será combatido pelo Procon. Aumentos sem justificativas, serão punidos”, ressaltou.

Segundo a gerente, o aumento nos valores dos combustíveis deve ser comprovado pelos consumidores que decidirem denunciar.

“O Procon atua em todos os municípios de Mato Grosso. Aceitamos denúncias de qualquer cidade, basta nos comunicar que notificaremos os comerciantes para que eles tenham a oportunidade de se justificar”, disse.

A gerente alerta os consumidores sobre a exigência da nota fiscal para o ressarcimento do valor, caso haja cobrança abusiva.

Para denunciar, o consumidor deve se encaminhar até o Procon ou enviar a reclamação por e-mail (fiscalizacaoproconmt@sejudh.mt.gov.br), contendo o nome e endereço do posto de combustível, o período que elevou o preço e um período de referência.

G1 MT

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta