Home Política Com arrecadação positiva, Governo paga salários e a dívida dolarizada nesta sexta

Com arrecadação positiva, Governo paga salários e a dívida dolarizada nesta sexta

0

O governador Pedro Taques (PSDB) e sua equipe econômica encerraram a noite de ontem (8) comemorando a arrecadação positiva que permitiu o pagamento integral da folha dos aposentados, pensionistas e servidores da ativa nesta sexta (9). A parcela da dívida dolarizada com o Bank of America no valor de 36 milhões de dólares, que vence no próximo dia 10, também foi depositada na quinta.

 “Enquanto muitos estados, prefeituras e empresas estão atrasando ou parcelando os salários, graças a Deus, e aos esforços de todos, estamos conseguindo pagar o direto dos 100 mil servidores, dentro do prazo da Constituição”, disse Taques ao .O secretário estadual de Fazenda, Rogério Gallo, explicou que a folha está sendo paga integralmente nesta sexta por conta do esforço concentrado do Executivo. Segundo ele, a determinação de priorizar os servidores e os primeiros efeitos do ajuste fiscal que está andamento garantem o pagamento sem atraso ou necessidade de escalonamento.

A folha liquida dos inativos, totaliza R$ 168 milhões, estará disponível nas contas a partir das 10h. Deste total, R$ 93,698 milhões foram aportados com recursos do Tesouro, o que corresponde a 56% do total pago aos aposentados e pensionistas. Esse é o percentual médio da complementação mensal que vem sendo feita por conta do déficit previdenciário.

A folha dos servidores da ativa é de aproximadamente R$ 380 milhões. Neste caso, os saques estarão liberados somente após 16h.

“Estamos economizando muito e fazendo o dever de casa em relação ao custeio da máquina pública. Em algumas ações de combate a sonegação, como a Operação Crédito Podre, já começam a surtir efeito. A gente começa a ter uma leve melhora na arrecadação e isso tem se traduzindo em melhoria na receita corrente, possibilitando honrar todos os compromissos”, explica Gallo.

No entanto, Gallo afirma que a crise não está superada. Defende a aprovação do Fundo de Estabilização Fiscal que está sendo discutido com os segmentos econômicos e com a sociedade antes de ser enviado à Assembleia como medida imprescindível para equilibrar as finanças de Mato Grosso.

“Isso não retira a dificuldade fiscal que o Estado tem. Temos muito restos a pagar de fornecedores. A gente continua chegando até a folha, mas ainda nos faltam fôlego financeiro e liquidez para honrar com nossos fornecedores. Precisamos do Fundo de Estabilização Fiscal, que pode elevar a arrecadação em R$ 500 milhões, para poder honrar todos os compromissos”, completou o secretário de Fazenda.

Dívida Dolarizada

A parcela da dívida dolarizada com o Bank of America chegou a R$ 118 milhões. O recurso foi depositado ainda na quinta porque precisa de autorização do Banco Central para ser transferido para a conta do credor internacional.

A dívida em dólar foi contraída no Governo Silval Barbosa sem cláusula prevendo trava cambial, o que faz o valor oscilar conforme a cotação. A próxima parcela vence em setembro e o governo está em tratativas para vendê-la ao Banco Mundial.

O chefe da Casa Civil, Max Russi, chegou a anunciar que a folha é prioridade. Por isso, o depósito da parcela da dívida dolarizada poderia atrasar caso a arrecadação não fosse suficiente para saldar os dois compromissos.

Como a arrecadação foi positiva, o Executivo conseguiu saldar ambos com compromissos financeiros. Assim, Mato Grosso se mantém adimplente e sem risco de sofrer sanções.

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta