Home Cidades Chapada dos Guimarães (MT) tem falta d’água 20 dias depois de inauguração...

Chapada dos Guimarães (MT) tem falta d’água 20 dias depois de inauguração de estação de tratamento

0

Turistas desistiram de passar o carnaval na cidade por falta de água. Pane em estação de tratamento deixou moradores sem água por mais de 4 dias.

Lotada de turistas e foliões em pleno carnaval, Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá, está sem água há mais de quatro dias. Por causa disso, alguns visitantes desistiram de passar o feriado na cidade. De acordo com a prefeitura, o problema foi ocasionado por uma pane no sistema de abastecimento.

Segundo a recepcionista Janaina Francisco, moradora de Chapada, a água começou a sair mais fraca na torneira na quinta-feira (8), mas o problema se agravou no sábado (10), quando as torneiras secaram.

Moradora do Bairro São Sebastião, ela disse que, na casa dela, a situação só não ficou pior porque ela mantém um reservatório baixo para situações como esta. No entanto, para fazer comida, ela usa água mineral.

Já na pousada onde ela trabalha, para atender aos hóspedes, os proprietários estão recorrendo a caminhões-pipa. Ainda assim, segundo a recepcionista, alguns turistas desistiram de passar o final de semana na cidade e cancelaram as reservas.

“Seis clientes que já estavam agendados resolveram ir embora, por causa da falta de água”, contou ela.

Janaína explicou ainda que, depois da inauguração da nova estação de água, no mês passado, o sistema de abastecimento estava funcionando normalmente e o problema de falta de água, que era crônico no município, havia melhorado.

Em nota, a Prefeitura de Chapada alegou que a falta d’água foi ocasionada por uma pane na estação devido às inúmeras quedas de energia, mas que a equipe do Sistema de Abastecimento de Água e Esgoto (Saae) está trabalhando para resolver o problema.

Nova ETA

A nova Estação de Tratamento de Água de Chapada dos Guimarães foi inaugurada no final de janeiro deste ano. Com um investimento de R$ 17 milhões, provenientes de uma parceria entre os governos federal e estadual, a reforma permitiria o aumento da capacidade de fornecimento de água de 50 litros por segundo atuais, para 100 litros por segundo.

De acordo com a prefeitura, depois da inauguração dessa estação, os problemas com abastecimento estariam resolvidos pelos próximos 40 anos.

fonte:G1MT

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta