Home Esportes Casão chora e Arnaldo diz adeus a Globo

Casão chora e Arnaldo diz adeus a Globo

0

Enquanto se aguardava o início da cerimônia de premiação da França como seleção campeã da Copa da Rússia, a transmissão da Globo teve um momento de extrema emoção.

Walter Casagrande, o Casão, comemorou o fato de ter passado o Mundial sem recaída nas drogas. Apesar de o telespectador não ver imagens da cabine no estádio em Moscou, foi possível notar que ele se emocionou. Houve alguns segundos de silêncio no ar.

“Você chora e me faz chorar também”, disse Galvão Bueno. “Parabéns. Que Deus te abençoe”, completou o narrador esportivo.

No início de junho, Casagrande já havia comentado essa vitória pessoal no Instagram: “É a primeira Copa do Mundo que estou indo totalmente sóbrio, vou ficar totalmente sóbrio lá e vou voltar totalmente sóbrio também. É aí que vou me sentir um Campeão do Mundo”.

Recentemente, Casão participou ao lado do médico Drauzio Varella de um quadro no Fantástico, no qual relatou a difícil batalha contra o vício.

Autêntico, o ex-jogador se destacou nesta cobertura pelas críticas a Neymar e à Seleção Brasileira. Não poupou a mais midiática estrela do time, como fez a maioria dos comentaristas. “A Seleção perdeu um pouco da humildade. Essa humildade tem que voltar”, opinou neste domingo (15).

Logo depois

casao.JPG

do desabafo de Casão, o comentarista de arbitragem Arnaldo César Coelho, de 75 anos, anunciou sua despedida das transmissões da Globo, onde trabalha desde 1989.

Ele comentou ter novos projetos e a vontade de se dedicar aos seus negócios. Ressaltou

que a emissora deixou as portas abertas para um possível retorno.

Será estranho acompanhar decisões importantes do futebol sem ouvir Galvão Bueno perg

Galvão Bueno agradece parceria de Arnaldo Cezar Coelho: “Obrigado por tudo”

untar “Pode isso, Arnaldo?”, e testemunhar as rusgas e ironias entre os dois velhos amigos.

O polêmico narrador esportivo, amado e detestado na mesma intensidade, evitou confirmar sua presença na equipe da Globo que irá à Copa do Qatar, em 2022.

“Esta foi minha décima segunda Copa do Mundo. Quero muito continuar trabalhando, é minha vida. Mas depois se resolve”, declarou. “Se essa tiver sido minha última Copa do Mundo narrando, foi maravilhosa, especial, como se tivesse sido a primeira.”

Galvão tem mais quatro anos de contrato com o canal carioca. Caso não seja um dos narradores da Copa do Qatar, poderá atuar como comentarista especial da Globo.

 

 

 

Fonte: GloboEsporte

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta