Home Agro Notícias Carrefour e IDH anunciam investimentos de 3 milhões de euros em pecuária...

Carrefour e IDH anunciam investimentos de 3 milhões de euros em pecuária de MT

0

Cerca de 450 pequenos pecuaristas mato-grossenses vão poder ter acesso a recursos financeiros da iniciativa privada em parceria com o governo do Estado para a produção de bezerros que serão destinados a recria e abate para abastecimento da rede de supermercados Carrefour. O grupo empresarial em conjunto com a Iniciativa para o Comércio Sustentável (IDH) vão investir 3 milhões de euros até 2020 em Mato Grosso.

A proposta é produzir carne sustentável nas regiões do Vale do Juruena e Vale do Araguaia. A Fundação Carrefour vai aportar 1,9 milhão de euros, enquanto que a IDH investirá outros 1,6 milhão de euros, com a garantia de que se crie um modelo de produção mais sustentável e abasteça o mercado consumidor com produto certificado, rastreado e com a qualidade da chamada pegada verde, com redução da emissão de gases de efeito estufa.

O Vale do Juruena e do Araguaia foram escolhidos por representar a produção de 40% dos bezerros consumidos no Estado. Ao todo, 11 municípios serão beneficiados com o programa, somando mais de 156 mil hectares de área onde existe pecuária praticada por pequenos pecuaristas, sendo que a maioria vivem em assentamentos criados a partir da reforma agrária.

Para o diretor de sustentabilidade do Grupo Carrefour , Paulo Pianez, a iniciativa, denominada de “Produção Sustentável de Bezerros”, quer intensificar a produção das fazendas ao mesmo tempo em que preserva os recursos florestais, com uma produção economicamente viável.

Já o governador Pedro Taques (PSDB) explica que a iniciativa faz parte das ações programadas na estratégia Produzir, Conservar e Incluir (PCI), definida pelo Estado na Convenção do Clima realizada em Paris, em 2015, a COP 21. “A iniciativa fará com que seja cumprida a inclusão, que é parte do tripé que baseiam a estratégia assumida por Mato Grosso na redução da emissão de gases de efeito estufa”.

“Essa é uma abordagem inovadora para o desenvolvimento sustentável, uma vez que conecta os mercados nacional e internacional para a gestão das áreas de produção de forma sustentada. De um modo geral queremos alcançar maior rentabilidade e lucratividade, inserindo os pequenos pecuaristas na cadeia produtiva que abastece o mercado de grande escala”, pondera a diretora executiva da IDH no Brasil, Daniela Mariuzzo.

O embaixador da França no Brasil, Michel Miraillet diz que produção de carne sustentável visa atingir o mercado consumidor cada vez mais exigente por carne produzida de forma viável economicamente e ecológicamente. Outro fator apontado pelo embaixador é que a produção sustentável também favorece a melhor qualidade do produto final adiquirido pelo consumidor.

O projeto de produção sustentável de bezerros já possui uma fazenda âncora em Mato Grosso, localizada no Vale do Juruena. A fazenda São Marcelo compra bezerros produzidos de forma sustentável, os recria e os encaminha para abate nos frigoríficos da Marfrig. A indústria então produz uma carne com marca própria para a rede de supermercados Carrefour, que vende o produto com selo verde, o que tem agregado valor de mercado.

 

 

 

Fonte: RDNews

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta