Home Cidades Apresentação em Diamantino envolve centenas de estudantes

Apresentação em Diamantino envolve centenas de estudantes

Aproximadamente 400 estudantes participaram nesta quarta-feira (27), em Diamantino, do projeto “Prevenção Começa na Escola”, desenvolvido pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da Procuradoria de Justiça Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente. Três escolas estaduais e duas municipais, além da unidade do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), foram convidados a assistirem a peça teatral apresentada pela Cia Vostraz.

De maneira simples e com uma linguagem acessível, os atores orientados pela Procuradoria Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente abordaram temas relacionados ao abuso sexual, bullying, racismo, entre outras práticas. O que é? O que fazer? Onde buscar ajuda? Foram algumas das respostas apresentadas aos estudantes.

“Todos os integrantes da rede de proteção à criança e ao adolescente de Diamantino, Alto Paraguai e Nortelândia foram mobilizados a participarem das discussões. Além dos estudantes, o evento contou com a participação dos promotores de Justiça, conselheiros tutelares, professores, magistrado, vice-prefeito, Defensoria Pública, entre outras autoridades”, ressaltou o procurador de Justiça e idealizador do projeto, Paulo Roberto Jorge do Prado.

A proposta, segundo ele, é aproximar cada vez mais o Ministério Público da comunidade. “O projeto é amplo e está aberto para que a comunidade escolar participe e defina qual temática deve ser abordada. Já fizemos um trabalho em Cuiabá, Várzea Grande e agora estamos seguindo para o interior do Estado”, afirmou.

Na semana passada, o projeto “Prevenção Começa na Escola” esteve em Cáceres. No mês de março, serão realizadas mobilizações em Alta Floresta, Sinop, Sorriso. No mês de abril, será a vez de Querência, Água Boa e Barra do Garças. Em maio o projeto seguirá para Tangará da Serra, Juína, Primavera do Leste e Rondonópolis. A ideia é trabalhar a prevenção através do teatro, da música, do esporte e vídeos.

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta