Home Destaque MT tem 231 casos suspeitos de dengue a cada 100 mil habitantes

MT tem 231 casos suspeitos de dengue a cada 100 mil habitantes

0

Incidência da doença no estado é considerada média, segundo a Secretaria de Saúde. Doze mortes que teriam sido causadas por dengue são investigadas.

Com uma incidência considerada média pelas autoridades em Saúde, Mato Grosso tem 231 casos suspeitos de dengue a cada 100 mil habitantes. Os dados são referentes ao período de 1º de janeiro a 10 de junho de 2017. Doze mortes que teriam sido provocadas pela doença são investigadas em sete municípios do estado e em Campo Grande (MS).

Conforme boletim da Secretaria de Saúde do estado (SES-MT), Mato Grosso registrou neste ano 7.631 casos suspeitos de dengue, o que representa queda de 71% em comparação com o mesmo período do ano passado, com 26.366. Os casos foram notificados em 115 municípios.

As mortes que teriam sido causadas por dengue foram registradas em Canarana, Colíder, Cuiabá, Nossa Senhora do Livramento, Rosário Oeste, Sinop (3 casos), Várzea Grande (3 casos) e Campo Grande (MS).

A dengue é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que também é vetor do vírus da zika e da febre chikungunya. Essas duas últimas doenças estão com incidência considerada baixa no estado.

Em relação ao vírus da zika, foram registrados 1.695 casos suspeitos, o que significa 51 casos a cada 100 mil habitantes. A queda foi de 93% em relação ao mesmo período de 2016, quando houve 24.271 casos. A doença foi notificada em 2017 em 51 municípios e há uma morte que teria sido provocada pelo vírus da zika em investigação em Várzea Grande, na região metropolitana.

A febre chikungunya apresentou aumento no número de casos notificados em relação ao ano passado. Em 2017 foram 2.161 casos suspeitos, sendo que em 2016 foram registrados 1.367 casos, um crescimento de 58%. Neste ano, foram notificados casos da doença em 49 municípios.

G1 MT

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta