Home Saúde 22% das cidades brasileiras estão em risco para surto de dengue, zika...

22% das cidades brasileiras estão em risco para surto de dengue, zika e chikungunya, diz Ministério da Saúde

0

Estudo avaliou índice de infestação do Aedes aegypti. Apenas três capitais (São Paulo, João Pessoa e Aracaju) apresentaram taxas satisfatórias.

Levantamento do Ministério da Saúde mostra que 22% dos municípios brasileiros (1153) apresentaram alto índice de presença do Aedes aegypti; e, portanto, estão com risco aumentado para surto de dengue, zika e chikungunya. Outros 2.069 municípios estão em alerta. Os dados foram coletados entre janeiro e 15 de março de 2018.

O LIRAa (Levantamento Rápido de Índices por Aedes aegypti ) é feito periodicamente pela pasta e tem o objetivo de monitorar o Aedes para planejar ações de intervenção — a meta é evitar surtos e alertar a população para o risco de doenças associadas ao mosquito.

Dentre as capitais, apenas três delas tiveram índice satisfatório: São Paulo (SP), João Pessoa (PB) e Aracaju (SE), informa o Ministério da Saúde.

Como o levantamento avalia o risco:

  1. Pesquisadores pegam uma amostra de domícilios em cada cidade para análise;
  2. São avaliadas a quantidade de larvas de Aedes (antes do mosquito eclodir);
  3. Em algumas cidades, são utilizadas armadilhas para pegar o mosquito mesmo (sem ser a larva);
  4. Se mais de 4% dos imóveis apresentarem a larva ou o mosquito, há risco para surto;
  5. Se o índice for abaixo de 1%, a taxa é considerada satisfatória;
  6. Acima de 1% e abaixo de 4%, a cidade está em alerta para surto de dengue, zika e chikunguya.

 

 

 

Fonte: BemEstar

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe sua resposta